URGENTE: SINDICATO DOS HOSPITAIS E CLÍNICAS DE SAÚDE PEDEM LOCKDOWN AO GOVERNO DO ESTADO DO MARANHÃO  

Em oficio assinado pelo Sindicato dos Hospitais, Clínicas e Casa de Saúde de São Luís, assim como o Hospital São Domingos, foi sugerido ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), que ele determine o mais rápido possível medidas de emergências mais restritivas, como por exemplo, o lockdown, ou seja, bloqueio total de circulação de pessoas na Grande Ilha.

O argumento dos médicos e gestores hospitalares é que eles já não conseguem mais atender a demanda de pacientes e que os leitos de UTI estão operando nos limites. Sem essa medida não será possível o atendimento mais eficaz às pessoas acometidas pela Covid-19.

O Sindicato dos Hospitais enfatizou que o número de pessoas com a doença ultrapassou a capacidade de atendimento da rede de saúde tanto pública quanto privada. Por isso, mediante a situação que está se agravando, há a necessidade de medidas preventivas mais enérgicas, visando desafogar as condições de atendimento curativo da população atingida pela covid-19.

De acordo com o boletim, o número de casos confirmados subiu para 3.190, sendo 184 óbitos. Ainda de acordo com a SES, também foram registradas 734 pessoas curadas.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.