ALEMA SEDIA 3°ENCONTRO DE PRESIDENTES DE ASSEMBLEIAS LEGISLATIVAS DO NORDESTE

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), presidiu, na manhã desta sexta-feira (29), a cerimônia de abertura do 3º Encontro de Presidentes de Assembleias Legislativas dos Estados do Nordeste – ParlaNordeste.

O evento, realizado no Plenário Deputado Nagib Haickel, contou com a presença dos presidentes das Assembleias Legislativas do Piauí, Themístocles Filho (MDB); da Bahia, Nelson Leal (PP); do Ceará, José Sarto (PDT), e da Paraíba, Adriano Galdino (PSB). Três deputados estaduais do Ceará, Acrísio Sena, Walter Cavalcante e Daniel Oliveira, também participaram do ParlaNordeste Maranhão 2019.

Em seu discurso, o deputado Othelino Neto destacou a importância deste 3º Encontro, cuja pauta abordou assuntos como a Reforma da Previdência, Consórcio dos Estados do Nordeste, Pacto Federativo e Fortalecimento dos Órgãos Regionais de Desenvolvimento.

“É motivo de muita alegria para esta Casa e para o Maranhão sediar este Encontro, durante o qual pudemos ensejar um debate sobre temas de grande relevância para todos nós nordestinos. Travamos uma discussão muito proveitosa, que serviu para se reafirmar um compromisso inarredável: nós não aceitamos qualquer medida ou posição que venha prejudicar o sofrido povo do Nordeste”, ressaltou Othelino Neto.

Após a abertura do evento, os participantes deslocaram-se para a Sala das Comissões, onde realizaram a reunião de trabalho, encerrada com a divulgação da “Carta de São Luís”. O documento foi divulgado logo após, durante entrevista coletiva à imprensa, no Salão Nobre da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Consórcio do Nordeste

Na condição de anfitrião do evento, o deputado Othelino Neto frisou que um dos pontos mais importantes do debate foi o tema suscitado em torno da necessidade de um novo modelo de Pacto Federativo para o Brasil: “Precisamos efetivamente de um novo Pacto Federativo em nosso País, porque há uma concentração exacerbada de recursos financeiros na União, em detrimento dos estados e municípios”, declarou Othelino Neto.

Ele destacou também a discussão sobre a Reforma da Previdência e o debate em torno do Consórcio dos Estados do Nordeste, cuja efetivação depende da aprovação dos Parlamentos de cada um dos estados nordestinos. Ao término do evento, todos os representantes estaduais assinaram a “Carta de São Luís”, com propostas e encaminhamentos de interesse da região Nordeste e do Poder Legislativo. Os participantes também manifestaram adesão à Frente Parlamentar em Defesa do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), que deverá ser lançada, na próxima semana, em Fortaleza (Ceará).

Esta é a terceira edição do encontro. O primeiro ocorreu no Ceará e a segunda reunião foi na Bahia, onde foram eleitos os integrantes do ParlaNordeste e criada a “Frente Parlamentar pela Revitalização do Rio São Francisco e a Não Privatização da Companhia Hidroelétrica do São Francisco”.

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Piauí, deputado Themístocles Filho (MDB), afirmou que um dos pontos mais importantes foi a discussão sobre o Pacto Federativo. “Este tema é da maior importância, porque todos os deputados e a população pedem obras nas áreas de saúde, educação, saúde e até iluminação pública, mas a falta de recursos impede que os governos nordestinos possam atender a essas solicitações”, assinalou.

O presidente da Assembleia Legislativa da Paraíba, Adriano Galdino, disse que o evento foi de suma importância, porque nele foi possível debater assuntos de interesse do Brasil e do Nordeste. “Essa reunião serviu também para estreitar relações entre as Assembleias e debater problemas comuns, e para possamos trabalhar em conjunto visando à construção de uma sociedade mais justa e digna para todos”, disse Adriano Galdino.

O presidente da Assembleia Legislativa do Ceará, deputado José Sarto, defendeu a necessidade do debate de uma macropolítica em defesa do Nordeste, assinalando a discrepância entre o desenvolvimento socioeconômico dos estados nordestinos em relação aos do Sudeste.

O deputado José Sarto também defendeu a criação da Frente Parlamentar Nordestina em defesa da permanência do Banco do Nordeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *