EM ENTREVISTA INÉDITA LUCIANO GENÉSIO FALA SOBRE O IRMÃO LÚCIO ANDRÉ E ANUNCIA PROJETOS PARA 2018

Em entrevista concedida hoje (22) ao apresentador Welligton Sérgio no programa Repórter Cidadão, o prefeito Luciano fez um balanço do seu primeiro ano de gestão e respondeu a questões polêmicas sobre o seu governo.

O deputado federal Waldir Maranhão também participou do programa abrindo as entrevistas falando sobre os impactos de ter ido contra o impeachment da presidenta Dilma Roussef e reafirmou sua candidatura para o senado em 2018.
O prefeito de Pinheiro iniciou sua participação no programa relembrando a situação em que recebeu o munícipio com oito anos de inadimplência sem poder receber convênios. Em apenas três meses de gestão Luciano conseguiu limpar o CALC da prefeitura de Pinheiro e de lá para cá vem conseguindo diversos convênios para a cidade.
O prefeito também falou a respeito da relação do município com a CEMAR que hoje não se mostra parceira da prefeitura; quando assumiu seu mandato em 2017 a prefeitura possuía um débito de R$660.000,00 (seiscentos e sessenta mil reais) de inadimplência e por conta disso a CEMAR deu início a uma certa perseguição contra o gestor para receber esses débitos. A prefeitura também tinha um débito de R$600.000,00 (seiscentos mil reais) com a CAEMA que foi parcelado e está sendo pago todos os meses.


Luciano também falou sobre a crise que enfrenta o país, sobre os atrasos de salários e os cortes na folha da prefeitura: “…eu quis ajudar a população, em especial a população mais carente; como não podíamos extrapolar nosso limite da folha, tivemos que rever as contratações…; em agosto tivemos que fazer uma redução, uma redução que gerou um desconforto, principalmente para mim porque são pessoas que acreditam na gestão do prefeito Luciano…” afirmou o prefeito.
Desde agosto o atual prefeito vem fazendo adequações para cumprir os compromissos da prefeitura como corte de contratados e adequações de salários; os sacrifícios já mostram resultados e Luciano encerra o ano de 2017 com todos os salários em dia.
PROJETOS PARA 2018
Na entrevista Luciano adiantou vários projetos que já estão engatilhados para 2018 como as reformas dos postos de saúde que serão iniciadas logo em janeiro, o projeto Pinheiro Iluminado que irá cadastrar 8 mil famílias carentes e gerará descontos na conto de luz de acordo com a renda chegando até a isenção, a reforma da feira municipal que também terão os trabalhos iniciados em janeiro, a aquisição de uma máquina perfuradora de poços artesianos para os povoados que sofrem com a falta de água e ainda encheu os pinheirenses de expectativas em relação ao carnaval.
CARNAVAL
Em 2017 o prefeito Luciano conseguiu resgatar a tradição de melhor carnaval da baixada elevando a status de melhor do maranhão; atrações como Avine Vinny e Chicabana fizeram a alegria dos foliões que chegavam de todos os cantos do país para curtir um carnaval gratuito e seguro. Para 2018 Luciano garante superar 2017. Quatro atrações de renome nacional já foram contratadas e serão reveladas nos próximos dias. A estrutura de palco e camarote também irão sofre alterações e outras novidades foram divulgadas como o bloco Algodão Doce organizado pela primeira dama do município a Dra. Thayza Hortegal e voltado para o público infantil.
Luciano ainda rebateu as críticas sobre os “altos investimentos em festas”. O prefeito explicou que todos os grandes eventos foram possíveis com os adventos de emendas parlamentares, gerando gasto mínimo para os cofres da prefeitura e movimentando a economia local, a exemplo do São João de Uma Nova História que movimentou quase 2 milhões de reais durantes os festejos juninos.
POLÊMICA SOBRE PAGAMENTOS DO DÉCIMO TERCEIRO
Durante a entrevista Luciano se encontrava no meio da polêmica do pagamento da segunda parcela do décimo terceiro dos professores do município; no dia anterior a entrevista a comunicação da prefeitura havia anunciado o pagamento, mas quando os professores foram consultar suas contas nada havia caído; imediatamente a equipe do financeiro procurou o Banco do Brasil onde detectaram a falha do próprio banco; até o momento da entrevista tudo havia sido resolvido e o dinheiro já estava na conta dos professores.

POLÊMICA SOBRE O EMPRESTIMO DE 5 MILHÕES PARA A PREFEITURA
Recentemente ressoou nos blogs locais o pedido do empréstimo feito pela prefeitura e aprovado pela câmara de vereadores no valor de 5 milhões de reais; na entrevista o prefeito explicou a destinação do dinheiro que será empregado em projetos sustentáveis como a ideia inovadora de implantar placas solares nos prédios públicos que gerará até 70% de economia de energia; o dinheiro também será destinado para construção da feira e do matadouro municipal com a complementação de 1 milhão de reais em emenda advinda do deputado federal Waldir Maranhão; o dinheiro também servirá para comprar uma máquina moderna de asfaltamento com a capacidade de cobrir até 30km/dia.
O prefeito enfatizou que 2017 foi um ano de reconstrução e que 2018 será um ano de construção, nesse viés ele anunciou a criação de ciclovias na cidade de Pinheiro. Complementou que o ano que se aproxima será voltado especialmente para ações sociais e projetos empreendedores.

  • Já no fim de sua fala desejou a todos um feliz natal, um próspero ano novo, que o povo pinheirense buscasse a aproximação com Deus e com o próximo, em especial com a família; enfatizou que nada em sua vida seria possível sem o apoio e ajuda da família; citou a participação dos pais em sua vida política e da força e determinação que possui sua esposa e os filhos e por fim falou do irmão, o empresário Lúcio André que recentemente se envolveu em um caso de agressão. 
    Em sua fala Luciano expôs que o ano termina de forma muito difícil para ele e para sua família, que infelizmente, a politicagem tenta condena-lo e representa-lo na forma de seu irmão: “…estamos todos sofrendo muito com essa situação, eu mesmo não consigo dormir direito, são problemas familiares, é a crise que acabamos de enfrentar na prefeitura; graças a Deus eu tenho conseguido sabedoria para separar meu trabalho como gestor dos problemas familiares que temos enfrentado…”

    Luciano ainda afirmou que deseja apenas que a lei seja cumprida, que seu irmão não seja julgado antecipadamente e nem condenado de forma incomum apenas por ser irmão do prefeito: “…ele errou, que responda por seu erro de acordo com a lei e não por ser irmão do prefeito de Pinheiro”. Finalizou Luciano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *