FÓRUM ESTADUAL DE PREVENÇÃO E ERRADICAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL REÚNE AUTORIDADES EM TEIXEIRA DE FREITAS .

Nesta segunda-feira, dia 19 de novembro, autoridades se reuniram na Câmara de Vereadores de Teixeira de Freitas para a primeira edição do Fórum Estadual de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil e Proteção do Adolescente da Bahia (FETIPA-BA), na Macrorregional Extremo Sul, realizado em parceria entre Prefeitura de Teixeira de Freitas, através das Secretarias de Educação, Assistência Social e Saúde e o Núcleo Regional de Saúde do Extremo Sul da Bahia.

Os principais objetivos do evento são o fortalecimento e a descentralização das ações de Combate ao Trabalho Infantil, além de divulgar informações a respeito do Fórum. O Secretário da Educação e Cultura Hermon Freitas, representou o Prefeito Temóteo Brito durante a abertura. “Este é um encontro importante que ajusta a ação da Prefeitura junto ao Ministério Público no tema social delicado, que envolve muitas situações que precisam ser debatidas, e necessitam de uma séria de medidas, por conta disso se faz necessário este tipo de evento”.

O Representante da Fetipa, o auditor Fiscal do trabalho Antônio Ferreira ressaltou que o Fórum tem um papel esclarecedor sobre o tema. “A iniciativa de vir a Teixeira de Freitas é para descentralizar as ações da Fetipa que ficam mais concentradas na Capital, e este ano decidimos ir a outras regiões e apresentar as ações realizadas para combater o trabalho infantil e percebemos o grande interesse de Teixeira de Freitas e dos municípios vizinhos e o nosso objetivo é que seja organizado posteriormente um evento regional para concentrar esforços e atuar nesta prevenção do trabalho infantil”.

O Secretário da Saúde Max Almeida participou do Fórum. “Esta parceria com o Ministério Público é um trabalho que realizamos o ano inteiro, não há como trabalhar política pública sem participação ampliada, este Fórum tem grande importância para toda região, gostaria de parabenizar a todos pela organização ”.

O Encontro conta ainda com o apoio da DIVAST/CESAT, PETI, Conselho Tutelar, Ministério Público do Trabalho, Ministério da Justiça, CEREST, Base Regional de Saúde (NRS/BRS), Conselho de Saúde, Movimentos Sindicais e Sociedade Civil.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: