CARA DE PAU: VICTOR MENDES TENTA ILUDIR A POPULAÇÃO AFIRMANDO QUE DESTINOU EMENDA PARLAMENTAR PARA O MUNICÍPIO DE PINHEIRO, VEJA A VERDADE:

Em uma matéria publicada pelo apresentador Paulinho Castro em seu blog afirma que uma emenda parlamentar no valor de R$ 1.778.800,00 de autoria do ex-deputado Victor Mendes teria chegado à Pinheiro, uma descarada mentira.
O texto publicado pelo pseudo blogueiro tem em seu anexo um ofício de 21 de novembro de 2016, assinado pelo ex-prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes, o que a matéria não deixa claro é que esse ofício de novembro de 2016 objetiva uma proposta e o documento que validaria esse contrato não foi assinado por Filuca.
O ex-prefeito, no entanto, em mais uma demonstração de desprezo pela cidade de Pinheiro, no final do seu mandato, não manifestou interesse em assinar o contrato que validava a emenda parlamentar que destinava recursos para Pinheiro, provavelmente, porque não seria ele o prefeito a executar o benefício.
No parecer da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, o órgão informa a indisponibilidade de contratar a operação SICONV nº 828.969, pelo motivo da ausência da assinatura do ex-gestor do município de Pinheiro naquela época, ou seja, Filuca Mendes. Mesmo sabendo que esse recurso de R$ 1.778.800,00 ajudaria na trafegabilidade do município, promovendo a recuperação da malha asfáltica da cidade e por consequência promoveria a melhoria da vida da população, o ex-prefeito de Pinheiro não assinou o documento que validava o contrato, deixou o mesmo vencer. A data limite para assinatura era 31 de dezembro de 2016, último dia do mandato do ex-prefeito.
Confira o documento abaixo:

Veja no item 03 do documento oficial da Caixa Econômica Federal datada no dia 30/01/2017 encaminhado para o prefeito João Luciano Silva Soares:

Item 3: até aquela data de 31/12/2016, prazo limite do exercício 2016, o município se encontrava sob a administração do ex-prefeito, cujo mandato se encerrou também no dia 31/12/2016, sendo que o mesmo não manifestou interesse, até aquela data, quanto à assinatura do contrato, ato indispensável à sua formalização.

Inclusive a Procuradoria do Município de Pinheiro entrou com uma ação de improbidade administrativa contra o ex-gestor, o Procurador do Município nos informou que o processo continua em andamento, até o presente momento sem nenhuma decisão. Inclusive alguns blogs já noticiaram que as emendas pertencem aos ex-deputados Federais Waldir Maranhão e Júnior Marreca.

Resumindo, o desespero por parte do ex-deputado federal, Victor Mendes, é tremendo, haja vista que o mesmo não se interessou em reaver essa emenda parlamentar por picuinhas políticas, pois quem executaria a obra não seria o seu pai e sim o candidato eleito naquele ano, o atual prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: