ÀS VÉSPERAS DE ENCERRAR O GOVERNO, REJEIÇÃO A MICHAEL TEMER CAI PARA 62%, SEGUNDO DATAFOLHA

O presidente Michel Temer (MDB) deve encerrar o seu mandato com uma aprovação de apenas 7%, mas a rejeição baixou significativamente, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (27) pelo jornal Folha de S.Paulo. De acordo com o levantamento, 29% acham que sua gestão foi regular e os que consideram ruim ou péssimo 62% dos entrevistados.

Michel Temer sucedeu a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) em maio de 2016, após ela ser afastada pelo Congresso Nacional, que acatou o pedido de impeachment. Nos primeiros meses, sua gestão tinha 14% de avaliação positiva, mas a rejeição cresceu significativamente, principalmente após os escândalos como o da JBS, denúncias da Procuradoria-Geral da República (PGR) de beneficiamento de empresas que operam no Porto de Santos e o baixo desempenho da economia.

No mês de junho, quando houve a paralisação dos caminhoneiros, os brasileiros que consideravam seu governo como ruim ou péssimo eram 82%, a maior taxa de reprovação já registrada pelo Instituto Datafolha.

A situação melhorou a partir de agosto, quando a reprovação passou para 73%, chegando agora em dezembro a 62%.

A pesquisa ouviu 2.077 pessoas. Foi realizada em 130 municípios em 18 e 19 de dezembro. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%.

Fonte : Folha de São Paulo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: